segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Amor,

Eu quero teu beijo sabor amora,
Quero o cheiro de açaí da tua pele macia,
 E aquele sorrisinho alvo feito sob medida.
 Eu quero o encaixe dos teus braços,
Dos seus dedos entrelaçados, da sua respiração arfante.
Quero ver você rindo da minha câimbra nas pernas,
E tentando me convencer que seus erros gramaticais são, na verdade, axiomas.
Quero desbravar o mar de flores que existe no fundo dos seus olhos.
Nos campos de rosas, trevos e girassóis.
E antes que se possa esquecer, quero as estrelas que você me prometeu.
E em troca ofereço a lua em todas as suas fases.
Ofereço palavras, vozes, sons, frases sussurradas ao pé do ouvido.
Todos os meus dias de chuva com a neve caindo na janela serão seus.
E os segundos serão horas,
Os minutos, anos.
Até os anjos chorarão quando nossas estrelas colidirem.
Mas e se forem promessas inexatas?
Até quando vão durar?
Não importa, eu sei e sinto,
Independente do quanto ou quando,
Sem data de fabricação ou prazo de validade.

10 comentários:

  1. Ai que lindo.
    Tão carinhoso. Tão romântico.
    Amei!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei da tua incerteza, gostei de tudo, na verdade eu gosto é de vir aqui =]
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Uauuuu, ela a ternura que incorpora ela bateu no fundo da escala!!!

    Que texto, no mínimo, superiormente interessante!

    ResponderExcluir
  4. Demais Laís você externou um lado que ainda não conhecia pelas leituras do teu blog, você conseguiu unir a complexidade da sua escrita com o romantismo de seus sentimentos. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu quero teu beijo sabor amora,
    Quero o cheiro de açaí da tua pele macia,


    O inicio marcou muito, quase chorei,kkkk

    Gostei muito, ta aew o novo talento de Catu.....
    Se precisar de patrocinador, pode comparecer ao Gogó da Ema... kkkk

    Vlw Lais.... Continue a fazer seu lindo trabalho

    ResponderExcluir
  6. É [...] p e r f e i t o *.*

    ResponderExcluir
  7. P-E-R-F-E-I-T-O !

    Amei Capelina, todo sucesso do mundo

    Saudades amooor :/

    ResponderExcluir
  8. Estas não são apenas um reflexo das cartas mortas mais do que isso. São sentimentos expressos e apresentados de forma diferente.
    Cada palavra pontos enfim, refletem o brilho de seus olhos verdes igual ao campo ainda não habitado.
    Brilhe simplismente brilhe e deixe que a simplisidade da sua escrita possa emocionar cada leitor admirador deste seu fantastico trabalho.
    Não importa, eu sei e sinto,
    Independente do quanto ou quando,
    Sem data de fabricação ou prazo de validade.

    ResponderExcluir

Lacre o envelope, Cole o selo!